Apoiadores de Bolsonaro e Haddad promovem atos pelo Brasil

A uma semana do segundo turno das eleições, movimentos políticos e de ativistas preparam uma série de manifestações em todo país. Neste fim de semana devem ser realizados protestos em defesa e com críticas aos dois candidatos à Presidência da República – Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT). Os organizadores programaram locais distintos, embora em algumas situações nas mesmas cidades.

Para este sábado (20), estão previstas manifestações em todos os estados “contra o fascismo e a favor da democracia, pelos direitos humanos e em defesa da liberdade de expressão”. Movimentos de mulheres de distintos segmentos, entre eles “Mulheres Unidas contra Bolsonaro”, utilizaram as redes sociais para divulgação dos protestos, atesta o Terra.

Nos convites para as manifestações, críticas às propostas apresentadas pelo candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, e referências positivas ao candidato do PT ao Palácio do Planalto, Fernando Haddad. No site do PT, o partido chama os protestos de hoje de “manifestação da virada”.

Para domingo (21), estão programadas manifestações em todo país “contra o comunismo e o retorno do PT”, entre os organizadores do Movimento Brasil Livre (MBL).

Em vídeos, divulgados nas redes sociais, apoiadores convidam para os protestos e, ao final, aparece Bolsonaro com seu slogan: “Brasil acima de tudo e Deus acima de todos”. Nas redes sociais de Bolsonaro e dos filhos, há referências às manifestações de domingo.

20/10/2018