Procon alerta sobre cuidados com pacotes de viagem

Placa-350x262

Com a proximidade do fim de ano é comum o consumidor ter um período de férias e planejar viagens com a família, amigos ou até mesmo sozinho. Mas, para que tudo ocorra de maneira tranquila, é necessário tomar alguns cuidados. Por conta disso, o Procon-AL traz algumas dicas e orientações sobre pacotes de viagem, para que o período de descanso não vire um pesadelo.

Fique atento às promoções de passagem e pacotes de viagem disponíveis da internet. Pacotes com preços muito baixos podem ser duvidosos. Procure pesquisar com antecedência sobre as agências de viagem. “Dê preferência àquelas já conhecidas e que possuam lojas físicas”, esclarece a superintendente do Procon, Flávia Cavalcante. E completou: “Antes de fechar o seu pacote pesquise preços, roteiros e datas, bem como se a agência contratada possui reclamações no Procon”.

É importante lembrar que dentro do pacote estão atrelados vários serviços, como passagens, reserva de hotéis, passeios, alimentação. Recomenda-se checar com a companhia aérea e o hotel se os tíquetes estão válidos e sempre manter diálogo com a empresa prestadora do serviço.

“Se a empresa não atender às necessidades do consumidor é válido entrar com uma reclamação no Procon. Portanto, é muito importante guardar todas as notas fiscais”, destaca a superintendente.

Para evitar maiores prejuízos, o consumidor deve evitar pagar em depósitos em conta ou boletos. É preferível utilizar o cartão de crédito, pois, caso o serviço não seja ofertado ou não esteja de acordo com o que foi contratado, é possível bloquear o pagamento. Caso a contratação seja feita à distância (pela internet, por exemplo), é garantido a qualquer consumidor o direito de arrependimento em sete dias, de acordo com o Art. 49 do Código de Defesa do Consumidor.

Em caso de dúvidas ou para abrir uma denúncia o consumidor pode se dirigir à sede do Procon mais próximo, ligar para o atendimento ao público através do 151 ou acessar os chats das redes sociais (Facebook, Instagram, Twitter). O órgão funciona de segunda a sexta, das 8h às 16h.

Fonte: Secom/AL