Instalação de duas novas indústrias deve gerar mais de 450 empregos em Murici

large

Diversificação é a palavra chave para o desenvolvimento econômico de Alagoas nos últimos tempos. Atrair novas empresas e fomentar outras cadeias produtivas tem sido fundamental para alavancar a economia local. Com este foco, foi lançada nesta segunda-feira (21), a pedra fundamental das empresas Phoenix Energy e Energy Pré-Moldados, que vão se instalar no Núcleo Industrial de Murici, na Zona da Mata alagoana.

Neste primeiro momento, as empresas deverão gerar mais de 450 empregos diretos e R$ 36,5 milhões deverão ser investidos nas obras.

Na ocasião, a secretária do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Jeanine Pires destacou a satisfação em encerrar um ano produtivo com o lançamento da obra de duas novas empresas importantes e modernas que vão diversificar a economia alagoana.

“Nosso esforço é constante para atrair novas indústrias. Mesmo com o cenário difícil os empresários conseguem olhar a médio e longo prazo visualizando o potencial existente em Alagoas e buscando se instalar no Estado, aumentando a geração de emprego e renda”, explicou. Ela disse ainda que já realizou um planejamento de ações para o novo ano visando atrair novos empreendimentos.

Os incentivos locacionais oferecidos pelo Governo do Estado são atrativos competitivos que viabilizam a instalação dessas empresas. Com 32 anos de experiência em modelagem de compósitos de precisão para geradores para a indústria eólica e naval, a Phoenix Energy vai produzir carenagem eólica, pá eólica e peças eólicas em fibra de vidro.

A indústria deverá gerar inicialmente 300 empregos diretos para Murici e terá como principais clientes os grupos espanhóis Gamesa e Acciona, o grupo americano GE, o francês Alstom, o dinamarquês Vestas e o brasileiro Weg.

Já a Energy Pré-Moldados deverá concentrar-se no ramo da construção civil, com a fabricação de estrutura de pré-moldados de concreto armado em série, como postes e lajotas, gerando 150 empregos diretos. O grupo deverá atender ao mercado norte-nordeste brasileiro.

Agencia Alagoas