Ato contra aumento de passagem tem ocupação da transpal e marcha até o Centro

ato

Estudantes e trabalhadores ligados a diversos movimentos estudantis e sindicais realizaram um protesto contra o aumento da passagem de ônibus urbano de Maceió, na tarde desta quarta-feira (13). O novo valor já sancionado pelo prefeito Rui Palmeira é de R$ 3,15.

A concentração do protesto aconteceu na Praça Visconde de Sinimbu. Os manifestantes querem a revogação do aumento, alegando que é abusivo e desproporcional aos salários dos trabalhadores.

De acordo com o representante do Diretório Central dos Estudantes da Ufal (DCE), André Albuquerque, o trajeto da caminhada será encerrado no calçadão do comércio. “Este é o nosso primeiro ato, de muitos que virão. O preço da passagem é absurdo e um desrespeito com nós estudantes e com os trabalhadores. Nosso objetivo é dialogar com a sociedade e pressionar”, disse o estudante.

O presidente da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas em Alagoas (UBES), Pedro Mendes, lembrou que a luta não é apenas pela derrubada do aumento e sim pelo passe livre. “Nossa luta é pelo passe livre. Mas agora vamos buscar a redução do preço da passagem, que é muito abusivo, e em seguida brigar pelo passe livre. Conseguimos, com as manifestações de 2013, baixar a passagem de dois e oitenta e cinco para dois e setenta e cinco. O governador sinalizou a implantação, mas da maneira errada e vamos continuar cobrando. Nossas manifestações irão acompanhar os movimentos nacionais. Estamos apenas começando”, declarou Pedro Mendes.

Após se concentrarem na Praça Visconde de Sinimbu, os manifestantes saíram em passeata pelas ruas do Centro. No trajeto, os estudantes ocuparam a Transpal por alguns minutos e depois seguiram com a caminhada.

Após se concentrarem na Praça Visconde de Sinimbu, os manifestantes saíram em passeata pelas ruas do Centro. No trajeto, os estudantes ocuparam a Transpal por alguns minutos e depois seguiram com a caminhada.

Aumento da passagem

O novo valor da passagem de ônibus em Maceió, de R$3,15, começou a valor no último domingo (10).

O valor é teoricamente R$ 0,05 abaixo do que foi aprovado pelo Conselho de Trânsito, que esteve reunido no último dia 6 para discutir o novo reajuste do valor da passagem. A Transpal teria apresentado uma proposta de R$ 3,35, mas o conselho ‘deliberou’ R$ 3,20. O prefeito, então, decidiu por R$3,15.

Alagoas 24 Horas