Com queda R$ 15 mi, Rui defende reajuste na medida do possível

Rui_Palmeira

Alegando que o município de Maceió deixou de arrecadar R$ 15 milhões no mês de dezembro em comparação ao mesmo período no ano passado, o prefeito Rui Palmeira (PSDB) iniciou as negociações com os servidores municipais no tocante ao reajuste salarial e – aparentemente – a exemplo do Governo do Estado estuda alternativas para realizar os reajustes.

O diálogo faz parte da readequação financeira nas contas da capital e foi anunciado durante a assinatura de um convênio entre Estado e Município na manhã desta terça-feira, 26. Palmeira tem pressa no diálogo com os servidores do município já que a data base para os reajustes salariais é este mês de janeiro. A equipe financeira do município vem se reunindo, desde o ano passado, com a Mesa Permanente de Negociação.

De acordo com Palmeira, os diálogos com os servidores municipais vem ocorrendo com frequência e que o seu objetivo é dialogar para “encontrar uma forma de conceder os reajustes na medida do possível”.

Palmeira alegou só em dezembro que o município – “não diferente do Estado” – deixou de arrecadar o montante de R$ 15 milhões. “Com essa realidade estamos tentando encontrar meios com base nos diálogos de como conceder os reajustes dos servidores”.

A mesma preocupação também assola o governo de Renan Filho, que já tinha admitido uma queda na arrecadação no Fundo de Participação dos Estados, levando a ajustes na máquina do Estado levando à redução de servidores comissionados, revisão de contratos e corte de despesas.

Parceria com Sepaz

Palmeira destacou com louvor a parceria firmada com a Secretaria de Estado da Paz que visa reinserir jovens cumprindo medida socioeducativa em trabalhos no Parque Municipal de Maceió. De acordo com Palmeira,  ”essa é uma segunda chance para aqueles que por algum motivo ou outro entrou no mundo do crime e que só precisa de uma oportunidade para mudar”.

Segundo ele, os adolescentes desenvolverão trabalhos de limpeza, guia e outras atividades no parque municipal.

Alagoas 24 Horas