Polícia alagoana prende homens procurado por todo o Nordeste

noticia_41949

O delegado Ronilson Medeiros, da Gerência de Recursos Especiais da Deic (Divisão Especial de Investigações e Capturas ), apresentou a imprensa, na tarde desta segunda-feira (01), os detalhes da prisão de Tiago Pereira Fernandes, 33 anos, e Wylliton Kelson Macedo Pinheiro, 29, dois homens procurados em todo o Nordeste pelo envolvimento no roubo de cargas. Eles foram presos, neste sábado, em Maceió, aos serem localizados no bairro do Tabuleiro, e agora estão recolhidos no Sistema Prisional.

A prisão aconteceu diante denúncia anônima através do 181. ”Uma pessoa telefonou revelando que três veículos de luxo suspeitos estavam em uma residência. Estamos verificando que a sociedade está mais vigilante e tem colaborando com a polícia no trabalho de combate ao crime”, disse o delegado Ronilson Medeiros.

Esta operação, comandada pelo delegado Filipe Caldas e que teve as presenças do secretário de Segurança Pública, Alfredo Gaspar de Mendonça, e do delegado-geral Paulo Cerqueira, mobilizou policiais da Seção de Roubo a Banco (Serb), do Tático Integrado de Grupamentos de Resgates Especiais (Tigre), do Núcleo de Inteligência da Deic, da Polícia Civil, e do Grupo Estadual de Combate às Organizações Criminosas (Gecoc), do Ministério Público Estadual.

A operação foi desencadeada a partir de denúncias de que um grupo estaria guardando explosivos, armas e drogas, numa casa no Tabuleiro do Martins, e planejava realizar roubos a bancos em Alagoas.

Tiago Pereira ainda tentou escapar do cerco policial, mas acabou detido, juntamente com Wylliton Kelson. Ambos foram levados para a Deic, onde admitiram o envolvimento com o roubo de carga, mas negaram que pretendiam roubar bancos em Alagoas. Explosivos e armas não foram encontrados. Os policiais recolheram drogas nos carros dos acusados.

5fa24bc03f992a568c07c32d559af7de

Além de material de cargas roubadas, também foram apreendidos com a dupla um Sonata Hyundai, placa PEX-7503, de Belo Jardim/PE; a caminhonete S10, placa OSD-6544, de Fortaleza/CE, e um SW4 Toyota, ORI-0166, de Maceió/AL.

Os dois acusados já haviam sido presos em 2010, no Rio Grande do Norte, na Operação Piratas dos Sertão, da Polícia Federal, que desarticulou uma das maiores quadrilhas especializadas no roubo de cargas do Nordeste.

Naquele ano, a operação efetuou 31 prisões e apreendeu cerca de R$ 200 mil em dinheiro, além de veículos, aparelhos de televisão e DVD, alimentos, material hospitalar e armas.

Foi detectada a existência de quatro quadrilhas especializadas neste tipo de crime, que seriam responsáveis por cerca de 30 roubos no Nordeste. Desde o início da operação, 10 cargas com valor estimado de R$ 5 milhões foram recuperadas.

Após a abordagem, uma parte do bando se encarregava de roubar a carga enquanto outra conduzia o caminhoneiro a algum cativeiro temporário.

Os roubos normalmente não resultavam em mortes, mas algumas quadrilhas agrediam os caminhoneiros, como forma de intimidação. As investigações apontaram que os assaltantes não mantinham as cargas roubadas em estoque por muito tempo, repassando-as a pequenos comerciantes por um preço muito abaixo que o do mercado.

Ascom/PC