Tiroteio em hospital mata um e fere dois no Rio

Grupo de mais de 20 criminosos invadiu o local para resgatar traficante

Quarto onde o traficante conhecido como Fat Family estava internado. 
Quarto onde o traficante conhecido como Fat Family estava internado.

Uma pessoa morreu e outras duas ficaram feridas durante o resgate a um traficante no Hospital Municipal Souza Aguiar, no centro do Rio de Janeiro, na madrugada deste domingo (19).

O local foi invadido por volta das 3h, quando homens fortemente armados resgataram Nicolas Labre Pereira de Jesus, conhecido como Fat Family, de 28 anos, chefe do tráfico de drogas do Morro Santo Amaro, no Catete, Zona Sul do Rio. Segundo um policial que estava no local, o grupo era composto por mais de 20 criminosos.

Pereira de Jesus estava internado sob custódia desde segunda-feira (13), quando foi preso em uma operação da Polícia Civil, com um ferimento no rosto. Ele é irmão do traficante Marco Antonio Pereira Firmino da Silva, o My Thor, que está em presídio federal.

O hospital fica a poucos metros da Central do Brasil, área de grande movimentação no Centro da capital fluminense, para onde o bando se dirigiu em quatro motos e cinco carros.

Um funcionário do setor de ambulâncias do hospital contou à reportagem da Rádio BandNews Fluminense FM que os bandidos chegaram à unidade médica atirando e soltando granadas. A testemunha, que não quis se identificar, relatou que o alvo era uma viatura da Polícia Militar que fazia a custódia do traficante de drogas.

Um homem foi baleado quando chegava ao hospital e não resistiu aos ferimentos. Ele era filho de um sargento da Marinha e estava acompanhado de um amigo, um policial militar de folga, que foi atingido no tórax e no abdômen. Em estado grave, o PM foi encaminhado a cirurgia.

Um técnico de enfermagem também foi baleado durante o tiroteio. Ele teve o fígado e o baço perfurados e está internado, em estado grave, no CTI (Centro de Terapia Intensiva).

Site:notícias.band