Após perder quíntuplos, jovem doa quase 2 mil fraldas para 8 grávidas

Outras 2 mil unidades foram entregues a instituição de caridade. Parto e morte dos bebês ocorreu há nove dias.

A técnica em enfermagem Carla Divina Faria de Oliveira, de 24 anos, que perdeu quíntuplos logo após o parto, resolveu doar a futuras mães as quase 4 mil fraldas que ganhou por meio de doações, em Nerópolis, na Região Metropolitana de Goiânia. Segundo a família, metade foi doado para uma instituição religiosa e cerca de 2 mil foram divididas entre 8 gestantes, nesta terça-feira (25).

Apesar de ter perdido os bebês há poucos dias, Carla conta que resolveu doar as fraldas e algumas roupinhas como forma de manter uma rede de solidariedade, já que recebeu tudo também de graça.

“Eu achei que fiz uma coisa útil porque já que eu ganhei de bom coração para os meus bebês e que, infelizmente devido à perda, não vou mais precisar. Da mesma forma que fui ajudada, eu quis repassar, continuar essa ajuda, e manter isso de ser solidário. Da forma que ganhei estou repassando”, disse ao G1.

Carla comenta que ainda não conseguia ver as coisas dos bebês e continua de resguardo, já que passou por cesárea, por isso, sua mãe, a dona de casa Cirlene Faria de Oliveira, de 42 anos, foi quem organizou as doações.

A avó dos quíntuplos relata que a família escolheu gestantes carentes para fazer a entrega das doações, todas moradoras de Nerópolis.

 “Elas estavam precisando muito. Uma delas que está grávida de gêmeas, deve ter os bebês ainda na próxima semana e não tinha um pacote de fralda para levar para o hospital. Ela até se emocionou quando recebeu a doação. As filhas dela se chamarão Emanuelly e Gabrielly, assim como duas das gêmeas da Carla”, relatou.

Ao fazer as entregas, Cirlene contou à TV Anhanguera que também se sentiu tocada ao repassar as doações. Segundo ela, as gestantes ficaram muito gratas com os presentes. “Eu fico emocionada. Um pouquinho triste, mas feliz porque elas estão felizes com os filhos que vão chegar. Então também estou muito feliz por elas”, afirmou.

A dona de casa Ana Júlia Cardoso foi uma das beneficiadas. Ela relata que ficou agradecida, porque estava precisando. “Achei muito bom porque não tinha fralda, não tinha nada”, disse em entrevista à TV Anhanguera.

Perda

Os quíntuplos de Carla nasceram no último dia 15 de abril. Um casal morreu logo após o parto e, em seguida, os outros três bebês também não resistiram, já no dia 16. A técnica em enfermagem recebeu alta no dia seguinte e, desde então, está se recuperando em casa.

Ela ainda está em repouso absoluto e tomando remédios para tratar uma anemia que contraiu por conta da grande perda de sangue. Além disso, também foram prescritos medicamentos como antibióticos e até mesmo antidepressivos.

Para compensar, ela conta com os cuidados dos pais, da sogra e da cunhada. Todos eles já integravam uma força-tarefa que iria ajudar a jovem a cuidar dos bebês.

Futuro

Assim como já havia revelado o pai de Carla, Carlos Antônio de Oliveira, a jovem não desistiu do sonho de ser mãe. Porém, diz que só vai engravidar novamente em um “futuro bem distante”. Parte do receio mora no fato de, um ano antes da morte dos quíntuplos, ela já havia perdido gêmeos nas mesmas circunstâncias.

Carla está licenciada do trabalho pelos próximos quatro meses, mas pretende voltar assim que possível. Uma viagem em família também está em seus planos.

Gestação natural

A gestação foi de forma natural. De acordo com uma das teorias mais tradicionais para se calcular a probabilidade de nascimentos múltiplos, conhecida como “Lei de Hellin”, a chance de nascerem quíntuplos a partir de gestações naturais é de 1 a cada 65.610.000 de nascimentos.

Especialista em gravidez de alto risco, o obstetra Francisco Lobo, que acompanhou Carla, afirma que o caso era “raríssimo”. “Não conheço nenhuma gestação semelhante que tenha ocorrido assim, de forma natural. Normalmente até pode ocorrer em situações em que houve tratamento ou foi feita a inseminação artificial. Mas assim, naturalmente, nunca tinha ouvido falar antes”, disse.

25/04/2017