Ilmar vive romance com produtora do BBB17, diz jornal

Nos dias em que ficou no Rio, o advogado ficou hospedado na casa da moça

Antes de ingressar no “BBB17”, Ilmar prometeu ao filho, Igor, que não se envolveria com ninguém durante sua estadia dentro do confinamento. Dito e feito! O advogado, que criticou apoio do público à Emilly – campeã da edição -, se manteve firme perante tantas gatas como Vivian, Mayara, Elettra Lamborghini e até Marinalva, em que deu um selinho após discussão. Mas assim que saiu da casa, o rapaz passou uma temporada no Rio e se hospedou na casa de uma mulher, que teria se apaixonado por ele.

De acordo com o Extra, o ex-amigo do cirurgião plástico Marcos Harter se abrigou na casa de uma produtora do reality show. Ainda segundo fontes da publicação, a moça teria se encantado pelo jeito do cozinheiro e, agora, está caída de amores por ele.

O ex-confinado se segurou, mas a verdade é que dentro da casa ele se interessou por duas beldades. “A Elettra não me escapava. Ia dar uns beijinhos naqueles pezinhos da italiana a noite toda. Aqueles olhos são lindos, me chamaram atenção. Sou pirado em olhos! Ela é extrovertida, animada e foi muito legal. Se não tivesse a promessa, ia seduzir”, admitiu ele ao “Gshow”. Além dela, ele confessou ter curtido o jeito e estilo de Gabriela Flor, primeira eliminada do game e alvo de crítica de alguns brothers. “Gostei muito, mas não ia ficar com ela, porque a promessa para o meu filho era maior. O sorriso e a negritude dela me atraíram. Cérebro para mim é afrodisíaco. Ela me interessou bastante”, disse.

Agora Ilmar só pensa em nas novas oportunidades que poderão aparecer na sua frente. A começar terminando seu mestrado. “Entrei pequenininho e estou saindo maior”, afirmou. “Quero tocar dois projetos que são importantes e vão render uma mobilização social. Um é sobre a questão indígena no Brasil. Quero reunir o máximo de artistas e intelectuais para debater. E quero formar um debate com cursos de Turismo, Geografia e Direito sobre a questão da mudança do nome do Estado do Mato Grosso do Sul”, explicou o ex-participante. “Vamos ver as oportunidades que vão se abrindo. Carreira artística é possível. Tenho o mínimo de talento. Se eu estudar, estou aberto a isso”, concluiu Ilmar.

25/04/2017