Polícia investiga caso de maus-tratos contra criança de 1 ano em escola

Segundo a polícia, pais afirmaram que uma funcionária trancou a filha dentro do banheiro da escola municipal. Prefeitura informou que a funcionária ficará afastada e abriu processo administrativo.

A Polícia Civil abriu inquérito policial para investigar um caso de maus-tratos contra uma criança de 1 ano e sete meses que teria acontecido dentro da Escola Municipal de Ensino Infantil (EMEI) Benedicta Barros, na Vila Piedade, em Itapetininga (SP). De acordo com a delegada da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), Leila Tardelli, os pais registraram boletim de ocorrência alegando que uma funcionária teria trancado a menina no banheiro.

Em nota, a prefeitura informou que foi aberto um processo administrativo para apurar os fatos e que a funcionária ficará afastada preventivamente das atividades. Ainda segundo o Executivo, a creche não tem monitoramento por câmeras, afirma o G1.

Segundo a delegada, os pais registraram boletim na quinta-feira (27) e o inquérito foi aberto na sexta-feira (28). “Eles desconfiaram da atitude estranha que a menina estava demonstrando nos últimos dias e, ao questionar uma das funcionárias da creche, ela contou ao pai que a mulher, que também trabalha na escola, havia trancado a menina no banheiro, pois ela não queria dormir na hora da soneca”, afirma.

Ainda de acordo com a delegada, a funcionária será intimada. “Estamos aguardando um ofício da diretoria da escola explicando o fato para, em seguida, intimarmos a funcionária. Se for comprovado, ela vai responder pelo crime de maus-tratos, podendo ficar presa por dois anos. caso não há a necessidade de um laudo médico, pois a menina não sofreu lesão corporal. Porém, se o crime for comprovado, a criança receberá tratamento psicológico.”

29/04/2017